"O justo é como árvore plantada à beira de águas correntes, perto da Fonte. Porque está plantado assim, ele dá fruto no tempo certo e suas folhas não murcham. Tudo o que faz prospera. Ele é teimosamente abençoado por Deus. A olhos vistos".

Divulgo, aqui no blog, algumas reflexões. Não são textos acabados e sempre estou aberto ao diálogo!

quarta-feira, 5 de janeiro de 2011

Milagre por intercessão de João Paulo II teria sido confirmado


Roma, 05 jan (RV) - A elevação de João Paulo II à glória dos altares pode não tardar muito. O processo de canonização do papa polonês, falecido em 2005, acaba de dar um importante passo: o reconhecimento de um milagre atribuído à sua intercessão. Uma comissão médica julgou "inexplicável" a cura de uma religiosa francesa que sofria de Parkinson.

Essa foi uma canonização anunciada no próprio dia do funeral do pontífice, em abril de 2005, em plena Praça São Pedro: por aclamação popular, os cartazes com os dizeres "santo já!" pediam a elevação à glória dos altares do papa polonês.

Seu sucessor, Bento XVI, não se fez de rogado e saltou os prazos estipulados: em vez dos cinco anos previstos, o processo se abriu três meses após a morte de Karol Wojtyla.

Entre os vários passos a serem feitos, além do reconhecimento das virtudes, há duas etapas cruciais: a beatificação e, por fim, a canonização. Tanto num caso como no outro, faz falta um milagre atribuído à intercessão do beato ou santo. O milagre não tardou.

Em junho de 2005, dois meses depois da morte de João Paulo II, uma religiosa francesa, de 44 anos, doente de Parkinson, viu-se totalmente curada.

Sem pressa, o Vaticano entregou o caso a uma comissão médica que, finalmente, julgou "inexplicável" a cura da paciente que, curiosamente, sofria da mesma doença que João Paulo II.

Agora basta a luz verde da comissão plenária dos cardeais que compõem a Congregação das Causas dos Santos, cujos membros deverão reunir-se ainda neste mês de janeiro. Logo depois, caberá ao papa assinar o decreto de reconhecimento do milagre e anunciar a beatificação. (AF)

Radio Vaticano

Santo Súbito! Era o que os fiéis pediam na Praça de São Pedro no funeral de João Paulo II. Este pedido está se realizando! Acredito que ainda este ano teremos a celebração em que Bento XVI declarará João Paulo II como bem aventurado! Assim como João XXIII o é (O Papa mais recente que foi declarado bem aventurado)

2 comentários:

ROBERTO disse...

SINCERAMENTE, EM PLENO SÉCULO XXI CONTINUAMOS ACREDITANDO EM BABOSEIRAS!
AS LEIS NATURAIS NÃO PODEM SER REVOGADAS OU ALTERADAS. O MILAGRE É UMA CONTRADIÇÃO, UMA ABERRAÇÃO.

Robert, ccj disse...

Acredito que alguma explicação sobre o que é "Milagre" para nós católicos é interessante:

"Todos os milagres precisam ser documentados e autenticados, então uma testemunha ocular sozinha é considerada insuficiente. Especialistas médicos,científicos, físicos e teológicos são consultados e é dada a evidência para que eles emitam a opinião profissional. Se uma explicação científica, médica ou fisiológica existe para o que apenas pareceu ser um milagre, então isto não é um milagre autêntico. Somente fenômenos imediatos, espontâneos e inexplicáveis estão aptos à consideração como milagres autênticos. Um grupo de médicos italianos (consulta médica) examina os milagres de recuperação. Alguns dos médicos não são católicos e alguns são, mas todos são qualificados como renomados clínicos. Eles não declaram um milagre de recuperação, mas em vez disso, dizem: 'não conseguimos encontrar nenhuma explicação científica ou médica para a cura'".
(Do livro "Catolicismo para Leigos" - pg.281