"O justo é como árvore plantada à beira de águas correntes, perto da Fonte. Porque está plantado assim, ele dá fruto no tempo certo e suas folhas não murcham. Tudo o que faz prospera. Ele é teimosamente abençoado por Deus. A olhos vistos".

Divulgo, aqui no blog, algumas reflexões. Não são textos acabados e sempre estou aberto ao diálogo!

sexta-feira, 11 de março de 2011

Japão: Igreja fala de cenário «terrível»

Tóquio, 11 mar (SIR/Ecclesia) – O representante diplomático do papa em Tóquio, Alberto Bottari de Castello, falou num cenário “terrível” após o sismo que hoje atingiu o Japão, mas elogiou o país por ter “uma organização que funciona”. Centenas de pessoas morreram no sismo de magnitude 8,9 na escala de Richter, seguido de um tsunami, com danos consideráveis na região nordeste do país. “Agradecemos ao Senhor quando um país, preparado deste ponto de vista, consegue ter casas que resistem a um choque semelhante”, disse à Rádio Vaticano o Núncio Alberto Bottari de Castello. O arcebispo italiano, no Japão desde 2005, mostrou-se impressionado com as imagens do tsunami, referindo, no entanto, que “em Tóquio o perigo já passou”. "Nos anos em que aqui estou, nunca tinha tido uma experiência como esta. Logo depois do terremoto começamos a ouvir as primeiras sirenes, helicópteros e depois tudo passou, a vida está a voltar ao normal em Tóquio", prosseguiu. Entretanto, o bispo lsao Kikuchi, presidente da Caritas do Japão, assinalou que, “apesar de a comunidade católica japonesa ser bastante pequena, não vai medir esforços para ajudar as vítimas". O diretor da Caritas Ásia, padre Bonnie Mendes, disse à agência Fides, por seu lado, que a organização católica está “em contacto constante com a Caritas do Japão” para acompanhar “a situação, os danos e as vítimas”. “Esperemos que não haja muitos mortos. Aguardamos agora para saber o real quadro dos desalojados e as necessidades destes, para dar início a um plano de emergência”, acrescentou. Ao violento terremoto seguiu-se uma onda gigante e várias réplicas do sismo, a 179 quilômetros a leste de Sendai, na ilha de Honshu, e 382 quilômetros a nordeste de Tóquio. O alarme tsunami está em vigor em todo o Pacífico. A onda gigante já chegou ao Havaí e deve atingir em breve ilhas no Pacífico e até a tarde e noite deve chegar à Califórnia, México, América central, Colômbia e Peru, mas com impacto menos violento, com uma altura, segundo os especialistas de 2 a 3 metros.

Nenhum comentário: